Salmos


« Home | Salmo 172 » | Salmo 171 » | Salmo 170 » | Salmo 169 » | Salmo 168 » | Salmo 167 » | Salmo 166 » | Salmo 165 » | Salmo 164 » | Salmo 163 »

salmo 173

Deus de todas as manhãs,
meu Senhor e meu Dono,
ensina-me todos os segredos da OrAcção de Jesus,
todos os mistérios daquele jeito com que ele envolvia o que fazia
numa energia que só pode vir de Ti…

Meu encanto e bem maior, Deus cuja Palavra é meu Tesouro,
molda de novo com as Tuas mãos a minha história inteira
e desperta em cada manhã os meus ouvidos para que eu ouça, como um Discípulo.

“Tu és o Meu Filho tão amado, és o lugar do Meu encanto e do Meu desejo”…
Foi esta a Palavra que rasgou os Céus e abriu a história em dois,
foi este o segredo dos deuses que nenhum homem poderia ir roubar para contar
mas Tu mesmo ofereceste como aliança eterna.

E, depois, silêncio…

E, depois, num murmúrio, primeiro,
aquela Oração que Jesus fazia nas colinas ainda antes do sol nascer,
serena, solitária, doce…

E chegaram as perguntas… abriu-se um campo de batalha na própria carne de Jesus,
porque os que sempre recusam a Tua Palavra tiveram que o rejeitar a ele
que a tinha escrita toda na pele…

E, nesta luta, a força!
A Tua força, a energia daquela OrAcção que escorre do alto solitário das colinas orvalhadas
mas se realiza no confronto vitorioso com as forças do Anti-Reino…

E, em profunda OrAcção, varria com o sopro do Teu Espírito a vida sepulcral de Lázaro… Em profunda OrAcção, mandava os seus darem de comer à multidão e partia o pão, dando graças, até que todos se deixassem tocar e lhe pusessem nas mãos o que levavam consigo… Na hora mais intensa da sua OrAcção, disse aos amigos que o Pão que comiam e o Vinho que lhes dava era o sinal da sua entrega incondicional à causa do Reino e aos cuidados do Pai…

Oh Deus, meu Senhor e meu Dono, minha Vida e minha Paz, minha Única riqueza,
vai-me empurrando por estas veredas da OrAcção de Jesus.
Não to sei dizer nem pedir de outra maneira,
mas quero em mim essa Energia que transfigura todas as coisas,
essa tal “apenas uma coisa” que faltava
e ficou sempre a faltar ao sem-nome do Evangelho…

Queria poder derramar a minha vida num segundo por Ti,
como água que se dá no alto de uma rocha e escorre.
Mas as coisas não são assim,
porque mesmo que a oração se faça de poesia, a vida faz-se de fidelidade!
E essa é tarefa que ainda só agora me começa a calejar as mãos…
Estamos sempre um bocado por estrear
nesta coisa de sermos verdadeiramente quem estamos chamados a ser,
e encanta-me ser o Teu enlevo.

Que olhos tens Tu, Senhor meu, que me vês assim…
Que olhos tens Tu, Dono meu, que vives e crias num desbordar permanente de alegria
pela beleza dos Teus filhos em que a gente, por aqui, vê tantas mazelas…
Que olhos tens Tu, meu Amor,
para não Te desencantares de nós nem nos desacreditar o Teu Coração…

E agora, mostra-me Jesus! Mostra-me o Re-Suscitado, faz-me vê-lo e perder-me nele de tal maneira que não seja mais possível encontrar-me sem encontrá-lo a ele de algum modo. Até chegar aquele dia em que, na minha suprema fragilidade e impotência, também a mim me levantarás de novo, até ao Teu Rosto e, com a Tua ternura poderosíssima, vais sussurrar uma palavra de salvação que, mais uma vez, percorrerá a Criação inteira: “Vive!

Meu Dono!

5 Comentários a “salmo 173”

  1. # Anonymous Anónimo

    "Deus de todas as manhãs"!Como eu gosto do sabor destas palavras...sabem-me a Gratidão e a Força...sabem-me ao entusiasmo e à alegria de todos os começos...e de todos os projectos e sonhos em que faço questão que estejas, meu Pai, Tu que és o "sonhador dos sonhadores"! Ai de mim e dos meus projectos quando eles são "meus"...Acordo de mãos vazias e coração cansado...Ensina-me a Sabedoria de,sem deixar de arregaçar as mangas, perceber que, "se não fores Tu, a edificar a casa, em vão trabalham os pedreiros"...ensina-me a confiança da orAcção, Tua acção em mim, Tua acção através de mim...Deus de todas as manhãs e de todos os "pôr-de-sol"...Amen!  

  2. # Anonymous Anónimo

    "Estamos sempre um bocado por estriar", que bonita maneira de dizer que um pano a que ainda se não deu uso, é rijo, cheio de goma, não se deixa domar com facilidade...assim nós...avessos às maneiras novas de nos entendermos e de entendermos o mundo e as pessoas...assim eu, Senhor, renitente ao uso de um prisma diferente daquele a que já me habituei... e, claro, acho que é o melhor...
    "Não te desencantes de mim, Pai, Desculpa a minha "pressa"...ensina-me a paciência da construção com alicerces...  

  3. # Anonymous Anónimo

    "mesmo que a oração se faça de poesia, a vida faz-se de fidelidade"... Pai Santo e bom, que a minha oração, dita, chorada ou escrita, seja poesia... mesmo a oração que do meu coração brota aquelas vezes em que o silêncio aperta e parece estrangular-me... Que a doçura que é sentir-te como um "tu"...´tão próximo Te sinto, se faça poesia...porque eu adoro poesia...a maneira bonita de Te dizermos e de nos dizermos também a nós...Mas a vida, essa que me dás habitando-me, seja verdadeiramente feita de fidelidade.Seja a permanente descoberta daquilo em que vale a pena permanecer e em Quem vale a pena deixar(querer) que as nossas escolhas e decisões assentem..."permanecei em Mim e eu permanecerei em vós". Gosto do risco que esta "aliança" me faz intuir e adivinhar...ensina-me a Fidelidade que exigem todas as alianças... mesmo que sejam "assinadas" pela fragilidadade da nossa Fé e do nosso querer... Amen!  

  4. # Anonymous Anónimo

    Numa manhã de um frio pálido, de chuvas finas e, com um sentimento de profunda nostalgia. Sabe aquela dor profunda que nos encolhe a alma, desejando esquecimento de todas as mazelas. Acordo e vejo um blog que coloca tão belas orações, Salmos que nos embriaga a alma, nos faz sentir e chorar por tão belas linhas. Uma poesia da vida que um dia chegaremos a encantar e viver nesta como lembrança de um Deus que nos ama e, que verdadeiramente nos quer bem. Um grande abraço de ternura a todos que fizeram deste belo blog, um ponto seguro e que as pessoas saem acariciadas e tem melhor do que entraram.  

  5. # Anonymous Anónimo

    Muito lindi e poderoso este salmo.  

Enviar um comentário



Site Meter

© 2008 Salmos | Blogger Templates by GeckoandFly.
No part of the content or the blog may be reproduced without prior permission