Salmos


« Home | Salmo 171 » | Salmo 170 » | Salmo 169 » | Salmo 168 » | Salmo 167 » | Salmo 166 » | Salmo 165 » | Salmo 164 » | Salmo 163 » | Salmo 162 »

Salmo 172

Deus de todas as manhãs,
Senhor do Tempo e da Vida que tecem a História,
faz que a Tua Palavra
– que, ou é Gente ou é Silêncio
rasgue o emaranhado das nossas palavras e dos nossos gestos desencontrados,
de maneira a que fique claro para os Teus filhos
por onde e ao que andam as Tuas mãos…

E, então, confiar.

Amen.

2 Comentários a “Salmo 172”

  1. # Anonymous Anónimo

    Também creio, Senhor, que Tu és "encontro"...e que as palavras nos saiem muitas vezes "desencontradas"...
    Mas és sempre Tu que nos encontras...Tu que nos saltas ao caminho para que se torne Caminho ...e as palavras e os silêncios ganham sentido...Verdade que levanta...e tem rosto...O melhor que nos acontece na vida tem sempre rosto... pessoas que te trazem nas mãos e nos olhos...  

  2. # Anonymous Anónimo

    Senhor da nossa história, quando ela é bela e edificante...quando ela nos pesa nas costas, pesa, pesa,,,quando os acontecimentos ou nós próprios nos "caímos das mãos"...quando não conseguimos ser nós...desencontrados da vida que sonhamos e desencontrados dos dias que vivemos...desencontrados de nós e de Ti...Ajuda-nos, Pai a nunca perdermos de vista o que sonhas para nós desde toda a Eternidade...que as lágrimas que nos toldam os olhos, sejam lugar de lucidez...Abba!...Amen!  

Enviar um comentário



Site Meter

© 2008 Salmos | Blogger Templates by GeckoandFly.
No part of the content or the blog may be reproduced without prior permission