Salmos


« Home | Salmo 164 » | Salmo 163 » | Salmo 162 » | Salmo 161 » | Salmo 160 » | Salmo 159 » | Salmo 158 » | Salmo 157 » | Salmo 156 » | Salmo 155 »

Salmo 165

Deus de todas as manhãs, fonte e plenitude da Vida, Sentido da História,
meu Amor, meu Senhor e meu Dono…
dá-me olhos cheios da Tua Luz,
daquela sensibilidade que a Ruah faz acontecer no nosso Coração
em forma de sabedoria,
olhos cheios de Vida e da Força do Reino, como os de Jesus.

Deus Bom, inesperada e escandalosamente Bom,
Deus dos malditos e dos impuros,
das prostitutas e dos cobradores de impostos,
dos samaritanos e dos pagãos,
das mulheres e das crianças,
Deus para todos que mergulhas definitivamente no caudal da nossa História de gente em construção na vida de Jesus de Nazaré para nos levares até ao centro da Tua Comunhão Divina que preparaste para nós como uma Festa Universal, o Banquete das Nações onde “os últimos são os primeiros e os primeiros são os últimos”, ou seja, onde todas essas lógicas mundanas já foram partidas pela Ternura e Compaixão que dedicas a todos e nos Salva…

Acredito que Jesus é, ao mesmo tempo,
o Presente mais precioso que poderias ter-nos oferecido
e a Resposta mais generosa que Te podíamos ter dado.

Vive em si mesmo toda a dinâmica do Teu Amor que se dá e actua em nós,
e também a exultação agradecida pelo que fazias nele e por ele para todos.

Re-Suscitando-o, confirmaste-o eternamente nessa missão de Mediador,
glorificaste-o nessa maneira de viver.
E ele continua, assim, a ser o Presente mais precioso que nos dás
e a Resposta mais generosa que nós te damos…

Acredito que revelas e realizas nele a Tua própria Vida, que não é uma “essência estática”, mas uma maneira de fazer as coisas, de se relacionar, jeitos de amar, sonhar, escolher, perdoar… É tudo isso que revelas e realizas nele! Por isso, reconheço-Te nele como Deus dos que sofrem.

És para uns Deus dos puros,
para outros, Deus dos religiosos,
para outros ainda, Deus dos que prestam cultos ou defendem leis em Teu Nome…
para quase todos, Deus dos bons…
mas na Vida de Jesus mostras-Te Deus para os que sofrem,
puros ou impuros, religiosos ou ateus, bons e maus!

É na vida desses, dos que sofriam,
que o Encontro com Jesus acontecia como Boa Notícia – Evangelho –
o Teu Reino se inaugurava e o Teu Amor se mostrava eficaz.


E acredito que, por cima de tudo o que podem dizer de Ti,
continuas a ser o Deus de Jesus,
o Deus do “tal” Reino que ele amava e expandia nos seus gestos…
e, por isso, continuas a ter o Coração inclinado para os que sofrem.

Nenhum incenso da terra Te verga,
nenhuma liturgia Te instala nos louvores de Ti mesmo,
nenhuma posição de domínio Te pode algum dia dominar a Ti,
nenhum doutrinador consegue obrigar-Te
a ser o que não és ou fazer o que não amas…

É o choro dos entristecidos que Te faz debruçares-Te permanentemente sobre nós, são as dores dos que sofrem que fazem com que o Trono Divino que as religiões Te oferecem esteja sempre vazio, são os gritos dos Teus filhos que Te revolvem as entranhas num poder infinito de Te compadeceres e viveres connosco o que não aguentaríamos sozinhos.

E pela fidelidade, criatividade e força da Ruah, Espírito Santo de tantos nomes,
comungo contigo o que estão a viver todos os meus irmãos que sofrem.
Que encontrem junto de si pessoas disponíveis à acção do Espírito no seu íntimo,
de modo a experimentarem a presença compassiva e terapêutica do Teu Amor.

E, dentro de si, sejam também capazes de escutar os apelos desse Espírito,
Ruah, Brisa suave capaz de vencer as nossas fúrias,
alento de Vida que nos re-suscita das tantas mortes
que vamos experimentando por aqui,
encontrem a lucidez e a sabedoria, a paciência e a esperança, a valentia e a firmeza.

Há dias estranhos, Deus de todos eles!
Em que parece ouvir-se mais forte o canto do Cortejo dos Tristes.
Mas é do vento, Senhor… logo passa…
É do vento, como quando se ouve o comboio ou o mar, ao longe,
e dizemos que “é do vento” que “virou”… Logo passa… Tudo passa…

E volta a ouvir-se, cada vez mais triunfante, o Hino dos Redimidos,
o Cortejo da Vida enCabeçado por Jesus Re-Suscitado.

Aí, todos se tornam capazes de dar as mãos, acabou o sofrimento e a injustiça que o gerava, acabaram os desencontros e os egoísmos que os faziam acontecer… e, pelo que contam eles, todos estiveram já face-a-face contigo, meu Senhor e meu Dono, e a cada um limpaste as lágrimas choradas que ainda levavam no rosto com a ponta do teu dedo, beijaste e abraçaste.

Geraste-os de novo nesse abraço porque os encheste do Espírito,
e ensinaste-os com um olhar apenas a dizerem “Abba”, Papá…

5 Comentários a “Salmo 165”

  1. # Anonymous Anónimo

    Há quanto tempo não me sentava nesta almofada...estou de lágrima...mas é uma lágrima feliz...porque hoje senti mais uma vez como Tu és "escandalosamente bom". Desculpa, mas esta lágrima, não quero que a limpes do meu rosto!...  

  2. # Anonymous Anónimo

    O Deus bom Deus de todos rei dos reis senhor dos senhores so tenho e agradecer- te o pai por tudo que fizeste a mim e os planos que ainda tens a minha vida amo te o pai obridado por tudo...  

  3. # Anonymous luiz antonio pontes junior

    obrigado senhor JESUS! por tua grandeza e compaixao! , eu amo a ti! sou muito grato por sua obra em minha vida! a cada dia vejo tua honra e gloria! amem .  

  4. # Anonymous Anónimo

    necessario verificar:)  

  5. # Anonymous Aline D.

    ' Deus de todos povos, etnias e gerações. Pai de todos, sem exceções. Como tu és amavel, generoso, piedoso... Obrigada pai por tu que tes me dado e tudo que eu irei ganhar,ate mesmo o que eu não recebi, pois tu É O UNICO que sabe de todas as coisas.SÓ de esta viva é um grande milagre! Glorias a ti Senhor!  

Enviar um comentário



Site Meter

© 2008 Salmos | Blogger Templates by GeckoandFly.
No part of the content or the blog may be reproduced without prior permission