Salmos


« Home | Salmo 154 » | Salmo 153 » | Salmo 152 » | Salmo 151 »

Salmo 155

Oh Senhor de todas as manhãs, Mestre, princípio e fim da minha Alegria,
é delicioso penetrar no Mistério da Tua Diferença,
do Teu Amor que transcende todas as barreiras
que os Corações humanos vão sendo capazes de inventar,
da Tua Presença que se escapa ao domínio dos nossos poderes,
da Tua Graça que envergonha os nossos preconceitos,
do Teu Perdão que cura as feridas
das nossas ambiguidades, malícias e violências.

Bem nos conheces, oh Senhor!

O meu Coração não tem para Ti segredos que me façam ser um estranho aos Teus olhos, apesar de sentir que há ainda dentro de mim pedaços de “terra de ninguém” dos quais eu ainda não te abri as fronteiras… Mas lá iremos, meu Senhor e meu Dono, que eu não quero nada para mim!

Passeias-te no íntimo da minha Vida, no íntimo do meu íntimo,
como um peregrino maravilhado, com as sandálias numa mão,
tomando o gosto dos caminhos de um território sagrado…

Assim sou eu para ti.

Oh Deus!!! Tão grande e maravilhoso és Tu, para me tratares assim!


Que o fazes não tenho dúvida, porque sei que o que sinto e o que vivo não são mentira. Porque o fazes é que me desconcerta e me faz procurar-Te incansavelmente de maneira a poder olhar-Te nos olhos e dizer-Te com os meus a minha GRATIDÃO!

OBRIGADO, Senhor…

Faço contigo a descoberta profunda da BELEZA!
Meu Senhor e meu Dono, quase sempre falam de uma “divindade” muito pequenita que passa o tempo preocupada com a nossa moral e o seu culto… Um “deuseco” pouco versado nas artes do Amor Gratuito, que não percebe nada de poesia, não sabe cantar, nem gosta de rir…

Oh Senhor da minha Vida, custa-me tanto que falem mal de Ti…

Aconteces na minha Vida não como uma entidade moral, como muitas “divindades” quase patológicas de que ouço falar e conheço as vítimas, mas como uma profunda experiência de encontro com a BELEZA e um SENTIDO ETERNO PARA VIVER FELIZ!

Deus dos meus encantos,
não estás preocupado em fazer-me descobrir o que é recto!
Delicias-Te a conduzir-me pela descoberta progressiva e maravilhada
do que é BELO, do que é BOM e do que é BEM…

Porque sabes que é isso que muda o meu Coração,
como nenhum preceito moral ou norma seriam capazes de conseguir!
É na experiência da Gratuidade e do Encantamento
que dás largas ao meu Coração e recrias a minha Vida.

É no mais íntimo desta experiência gratuita do Belo, do Bom e do Bem
que percebo também que não há nisto nenhuma espécie de romantismo,
porque os Teus dons tornam-se tarefa e os mimos que me dás
transformam-se em caminhos a percorrer
, mal abro os olhos
depois de dormir em Ti o sono da Ternura e da Paz dos amantes.

E eu adoro que me faças isso…

Adoro que me “enganes” com as manhas doces de quem ama,
que me cerques por todos os lados com os laços da Tua sedução
e me “obrigues” a dar de caras contigo para onde quer que eu me vire!

Porque já não seria capaz de viver sem isso…
Oh não!!! Preferia, então, nem ter chegado a nascer!

Porque é que me fazes tão FELIZ?!

Meu Senhor e meu Dono…
…meu vício.

1 Comentários a “Salmo 155”

  1. # Anonymous 

    Lindo, Lindooooooo
    Meu Senhor e meu Dono...
    ...meu vício.
    Te Amo Deus!  

Enviar um comentário



Site Meter

© 2008 Salmos | Blogger Templates by GeckoandFly.
No part of the content or the blog may be reproduced without prior permission